08 janeiro 2020

Resenha: Antes de Partir - Colleen Oakley


Editora: Bertrand
Autor(a): Collen Oakley
Título Original: Before I go
Páginas: 308

"Antes de partir" escrito pela Colleeen Oakley e publicado pela Bertrand Brasil me conquistou pela capa linha e fofa e pela premissa bem diferente.
Daisy está as vésperas de comemorar seu terceiro aniversário sem câncer, três anos de yoga, smoothies e alimentos orgânicos, quando novos exames mostram que está tudo de volta e pior. Junto a esta angústia de saber de sua morte eminente, ela vê que seu marido, James, um doutorando em veterinária que não conseguiria realizar as mais simples tarefas sem sua ajuda, seu sua organização e  listas. Sendo assim, Daisy decide que antes de partir deverá encontrar uma substituta da si mesma para James.
"Jack precisa de uma esposa.
E vou encontrar uma para ele."

O livro é narrado em primeira pessoa pela Daisy, uma protagonista altamente metódica, organizada, com um lado introspectivo gritante. Aquele tipo de mulher que é altamente independente e devotada as suas atividades. James é um personagem que é altamente inteligente, mas muito ruim para tudo que é prático e cotidiano. Além disso, temos outros personagens secundários que também tem sua valia e de presença marcante no livro, como a mãe e a melhor amiga de Daisy.
Sou muito apaixonada por livros que trabalhem com a morte e o luto, acho um período tão complexo de se lidar da vida humana e que mostra como somos diferentes. A forma como todos os personagens lidavam com a morte de Daisy, alguns com lágrimas, outros com raiva, outros com uma falta gritante de diálogo mostra como lidar com a perda é algo tão pessoal e sensível.

" Você ainda não está morta, porra."
Ademais, apesar de ser uma temática que gosto, demorei a me conectar com o livro. O relacionamento de James e Daisy entra em um looping de ausência de diálogo que me dava nos nervos, ao ponto de querer chacoalhar ambos os personagens. O grande mistério e a confusão que ronda o livro poderia ser resolvido com uma simples conversa dos personagens e eles poderiam ter aproveitado muito mais os últimos meses de vida de Daisy. Outro ponto é a infantilização excessiva Daisy pelo seu próprio marido e não compreender que eles poderiam funcionar em outros moldes se não fosse seu comportamento altamente controlador. 
No fim, admito que quase chorei porque o último capítulo foi altamente tocante, mas no geral, esperava muito mais de "Antes de partir" do que ele me entregou.

Autor: Editora: Título Original: Série: Páginas: Se vocês gostaram desse post, compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário aqui embaixo, desta forma, você me ajuda a manter o blog atualizado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design