26 dezembro 2019

Resenha: O Ar que ele respira - Brittiany C.Cherry


Editora: Record
Autor(a): Brittiany C.Cherry
Título Original: The air he breathes
Série: Elementos - Livro 1
Páginas: 308



"O Ar que ele respira" é o primeiro volume da série "Elementos" escrito pela Brittainy C.Cherry e publicado pela Record.
Neste primeiro romance, somos apresentados a dois personagens destruídos pela morte e pelo luto através da narração de ambos os personagens. Tristan Cole perdeu sua esposa e filho em um acidente trágico e parte de si mesmo morreu junto com este acidente, o tornando um ser humano diferente de tudo que era antes. Elizabeth também perdeu seu marido em um acidente e sua vida ficou transformada, sendo que a única coisa que a manteve viva foi a filha, Emma.
Um ano se passa até que Elizabeth retorna a sua casa anterior, a fim de reconstruir sua vida e conhecerá o esquisito e mais falado da cidade, Tristan. A única coisa que o coração despedaçado de ambos não esperava era a forte atração que surge e a ideia de ambos de saciarem nos braços um do outro as saudades dos falecidos companheiros. Mas será que corações unidos pela dor poderão se curar juntos?
"A magia está nos pequenos momentos."
A minha única experiência com a autora foi "Sr.Daniels", um romance que me comoveu e me tomou de uma forma única. Estava preparada para uma grande carga emocional na leitura e foi isso que foi entregue. 
Tristan é um personagem bem perturbado, altamente corroído pela dor e pela culpa. O livro é bem eficiente em mostrar como a morte pode afetar uma pessoa e a transformar em um individuo tão distinto. Elizabeth é igualmente corroída, mas segue sua vida de uma forma bem mais controlável que Tristan, muito por sua filha. 
Os personagens secundários são bem desenvolvidos, especialmente a filha da Lizzie, Emma e sua melhor amiga, Faye.
Admito que achei muito estranho a premissa de ambos dormirem juntos pensando que são os falecidos do outro, uma romantização de algo sério, algo que precisa de ajuda. O romance é no geral intenso, fluido em sua narrativa, com momentos felizes, quase um sopro de alegria para a nova reviravolta que virá.
Com um plot twist que era bem inesperado, o livro não foi o melhor romance dramático da minha vida, mas entrega o que promete. Com uma explicação linda para o uso do elemento ar, a autora entrega um romance com alta carga emocional, final feliz e aquela esperança renovada sobre o poder do amor de transformação.
"O Ar que ele respira" é um romance para se ler no meio de uma ressaca literária, numa tarde de chuva ou para espairecer.

Se vocês gostaram desse post, compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário aqui embaixo, desta forma, você me ajuda a manter o blog atualizado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design