12 setembro 2018

Resenha: Eu sei o que você está pensando - John Verdon

Editora: Arqueiro
Autor(a): John Verdon 
Título Original: Think of a number
Série: David Gurney - Livro 1

Páginas: 352
Skoob  / Comprar

Eu sei o que você está pensando propõe um enigma que parece insolúvel. Um homem recebe pelo correio uma carta provocadora que termina da seguinte forma: “Se alguém lhe dissesse para pensar em um número, sei em que número você pensaria. Não acredita? Vou provar. Pense em qualquer número de um a mil. Agora veja como conheço seus segredos.”
O destinatário, Mark Mellery, pensa no número 658 e, ao abrir um envelope que acompanha a mensagem, descobre que o autor da carta previu corretamente o número que ele acabara de escolher de modo aleatório. Como isso seria possível?
Desesperado com os bilhetes ameaçadores que se seguem à carta, Mark, um guru da autoajuda, procura um velho colega de faculdade, o brilhante detetive David Gurney, recentemente aposentado do Departamento de Polícia de Nova York.
Aos 47 anos, 25 deles dedicados a desvendar terríveis casos de homicídio, David acaba de se mudar com a esposa, Madeleine, para uma fazenda no interior do estado e tenta se adaptar a um novo estilo de vida. Mas sua mente, extremamente lógica, é fisgada pelo quebra-cabeça apresentado por Mark.
O “superdetetive”, apelido que ganhou da imprensa no auge da carreira, percebe que encontrou um vilão à sua altura quando as estranhas ameaças terminam em morte. Tudo leva a crer que o assassino, além de ser clarividente, cometeu um crime impossível, deixando pistas sem sentido e desaparecendo no meio do nada.
Consumido pelo desafio de encontrar uma resposta lógica para o caso, David aceita trabalhar como consultor na investigação, colocando em risco seu já debilitado casamento e até mesmo sua vida.
 

“Eu sei o que você está pensando” é o romance policial  de estreia de John Verdon publicado pela Editora Arqueiro em 2011. Foi também o meu primeiro contato com o autor e não será o último.
Nesta trama, somos apresentados ao protagonista David Gurney, um homem que é detetive aposentado de Nova Iorque e que hoje em dia, vive aposentado no interior desse mesmo estado para tentar restaurar um pouco da paz que seu casamento com Madeleine, que 25 anos de profissão e uma série de outros fatores abalou.
eu sei o que você está pensando John Verdon capa
E sua vida ia bem, apesar das saudades de sua antiga profissão, de alguns fantasmas e de seu mais novo hobby, até que Mark Mellery, um antigo colega de faculdade e guru de autoajuda o procura. Ele recebeu uma carta e outra série de bilhetes que o perturba e pede a David ajuda, já que ele foi capaz de solucionar vários crimes.
O que nenhum dos dois esperava é que os bilhetes misteriosos, as pistas soltas e uma série de enigmas, levariam os dois, Mark e David, a caminhos sem volta.


“(...) Se alguém lhe dissesse para pensar em um número, sei em que número você pensaria.”
“Eu sei o que você está pensando” é aquele livro policial com todas as características que mais amo: uma série de enigmas que parecem sem solução, pistas que instigam o leitor a descobrir o criminoso e uma narrativa ágil, fluida e que guia a descobrir mais e mais.
Inúmeras vezes fui surpreendida, não apenas pelas mudanças que o autor propôs, como com a tensão, diálogos bem feitos e uma história bem longe de ser previsível. David é o protagonista mais clichê, mas perfeito. Ele é pura racionalidade, e isso me agrada, já que entender a sua forma de pensar e tentar solucionar os crimes são o mais instigante da trama.  Além disso, numa narrativa em terceira pessoa, somos apresentados não apenas ao grande foco do livro – a solução dos crimes que ocorrem – como aos problemas do passado dos personagens, embora com bem menos profundidade.
De uma forma geral, o livro me agradou, com a sua maior proposta de trazer um romance policial que não é previsível, que possui um enigma e esclarecimentos plausíveis e racionais, porém, quando o autor abre brechas para alguns dramas pessoais e familiares como o casamento de David, a vida pessoal de Mark e outros que surgem ao longo da leitura, não existem muita profundidade e trabalho, fazendo com que ao terminar suas páginas, fiquemos apenas com o entretenimento e nenhuma grande reflexão.
Sendo assim, John Verdon consegue atingir seu objetivo de apresentar ao leitor um excelente policial, com uma narrativa fluida em terceira pessoa, diálogos bem feitos, descrições na medida correta e uma trama muito boa. Além disso, apesar da capa simples, a Editora Arqueiro foi feliz em usar uma capa que traz uma relação intrínseca com a história.
“Eu sei o que você está pensando” pode ser um bom início para você, que não conhece os romances policiais e um bom entretenimento para quem já conhece.


Eu sei o que você está pensando John Verdon quote
Se vocês gostaram desse post, compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário aqui embaixo, desta forma, você me ajuda a manter o blog atualizado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design