01 agosto 2013

Resenha: A Mediadora: A hora mais sombria-Volume 4

"-Prometo,Suzannah-disse ele com um monte de pausas entre as palavras para dar ênfase -,que não vou a lugar nenhum..."



Neste volume da coleção, Suzannah esta de ferias e começa à trabalhar como babá em um hotel chique, pois seu padrasto lhe dá duas alternativas: trabalhar, ou receber aulas particulares.Lá, ela conhece Jack, um mediador e Paul,seu irmão, um garoto muito estranho que logo se apaixona por Suze. Porém não é correspondido.Suzannah tem que trabalhar e fugir das cantadas de Paul.Numa noite, Suzannah é acordada por um fantasma de uma mulher, a ex-noiva Maria de Silva do seu namorado Jesse, e ainda exige que a construção de uma piscina nos fundos da casa de Suzannah seja interrompida imediatamente e isso faz Suze pensar em o que esta escondido lá.Será o corpo de Jesse? Suzannah em nenhum momento descarta essa possibilidade. Mais se for isso mesmo? E se solucionarem o seu assassinato e Jesse finalmente passar para o outro lado? Como será que isso vai terminar? Para nossa querida mediadora, problemas e aventuras é o que não falta.E sera que Jack fara as escolhas certas? O amor entre Suzannah e Jesse ira aguentar a todas as coisa que acontecerão?

Na última resenha, de A reunião, havia dito que provavelmente não ia gostar deste livro, mas me enganei.
Neste livro, Suzannah está trabalhando como babá num hotel e conhece Jack, um menino de oito anos que é mediador, e seu irmão lindamente assustador Paul Slater. E simultaneamente seu padrasto Andy e seu meio irmão estão escavando a parte de trás da casa para construir uma espécie de piscina, coisas são descobertas... Cartas antigas são encontradas, de Jesse, que na verdade é Hector e de Maria, a que estava destinada a ser sua esposa antes dele ser assassinado, despertando os espíritos de Maria e Diego, o homem que casou com Maria e que matou o pobre Jesse.
E vamos aos personagens...
Jack, o menininho chorão que Suze muda, me conquistou, mas após um feito - que fiquei com raiva apesar de não ser culpa dele-, eu desgostei um pouco do pequeno, mas ele se redimiu, isso que importa.
Suze continua um barato, menos assassina e mais apaixonada, o que me conquistou muito.
Este livro introduz o novo vilão, que só se mostra no fim do livro, o Paul Slater. Belo, inteligente e totalmente obcecado pela Suzannah, e nem preciso dizer que não gostei dele de jeito nenhum, né?Sua presença sarcástica serviu para que o meu casal favorito, Jesse e Suze, se tornem mais próximos e para que o livro caminhe rumo ao fim, infelizmente.
Eu to muito apaixonada pelo Jesse, e a cada dia mais, principalmente neste livro em que descobrimos mais de seu passado e de sua vida. Ele era uma boa pessoa e se tornou a minha nova paixão, perdendo lugar apenas para alguns outros poucos. Ele se torna mais fofo e educado, lindo e apaixonado, e Suzannah começa a transformar seus sentimentos em algo mais profundo!
A escrita de Meg Cabot é a melhor parte do livro, eu engulo o livro e não consigo parar de ler até que eu termine o capítulo e o livro. Ela me envolve demais e me deixa apaixonada demais.
A forma que terminou o livro me fez correr desesperadamente para o próximo... E eu já o li.

2 comentários:

  1. Essa série parece bem legal, conheço muita gente que fala super bem da Meg Cabot ^^

    ResponderExcluir
  2. Meu deus eu quero, eu preciso de ler este livro....
    Todos que lê fala que e um ótimo livro que se conecta a historia...
    E a cada resenha sua desta serie mi da mais vontade de ler...
    Acho que vou começar e ler em PDF msm... não aguento esperar...

    ResponderExcluir

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design